AVALIAÇÃO DE DIFERENTES PROCESSOS DE TRATAMENTO VISANDO A REMOÇÃO DE FORMOL PRESENTE EM EFLUENTES DE LABORATÓRIOS ANATÔMICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31512/vivencias.v16i31.186

Resumo

O formaldeído é um dos compostos mais utilizados em várias áreas, desde a saúde até a síntese de materiais. Em termos de aplicação, destaca-se na conservação de peças anatômicas onde é empregado na forma de uma solução a 10% (v/v) e deve ser renovado periodicamente, gerando volumes significativos de efluente com características tóxicas e de difícil tratamento. Em 2017 a URI-Erechim substitui o formol empregado em seu laboratório anatômico, gerando 5.000 litros deste efluente. Na busca por dar um destino adequado, recebeu uma proposta baseada no emprego de metabissulfito de sódio, segundo a qual após neutralização o mesmo poderia ser descartado. Neste contexto, antes da implementação desta metodologia, a qual era onerosa, foi conduzido um estudo de sua viabilidade técnica, objetivo deste trabalho. A metodologia consiste no emprego de 1.350 g de Na2S2O5 para 7,5 litros de efluente em pH 11 por 15 minutos, seguido de redução a pH 7. Paralelamente foram avaliadas outras metodologias: coagulação química com FeCl3 e Al2(SO4)3, ozonição, fenton e destilação. O método proposto demonstrou eficiência na neutralização do formaldeído, no entanto não remove a carga orgânica (COT = 13.673 mg.L-1), inviabilizando seu descarte após tratamento. Além disto demonstrou-se dependente do pH, sendo o processo é reversível, podendo vir a reestabelecer o formaldeído após lançamento ou quando submetido subsequentemente a processos de tratamento, especialmente de coagulação. A metodologia que se mostrou mais viável foi a destilação, pois a mesma permite a recuperação do formaldeído o qual é passível de ser reutilizado em novos processos, reduzindo custos e minimizando impactos ao meio ambiente.

Biografia do Autor

Luciana Dornelles Venquiaruto, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS

Doutora em Educação em ciências: Química da vida e saúde (UFRGS). Atualmente professora e pesquisadora da URI. Colaboradora do PPG Ensino Científico e Tecnológico da URI.

Rogério Marcos Dallago, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Doutor em Química – UFGRS. Professor da URI Erechim. Pesquisador do PPG Engenharia de Alimentos.

Lariessa Olkoski, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Mestre em Ecologia pelo PPG Ecologia URI.

Andressa Franco Denti, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Graduanda em Engenharia Química URI Erechim.

Carolina Elisa Demaman Oro, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Doutoranda em Engenharia de Alimentos. PPG Engenharia de Alimentos URI Erechim.

Elvis Wisniewski, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Doutor em Ciências da Saúde – UNESC. Professor da URI Erechim.

Marcelo Luis Mignoni, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Doutor em Química UFGRS. Professor da URI Erechim e pesquisador do PPG Engenharia de Alimentos URI.

Natália Paroul, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS, Brasil

Doutora em Biotecnologia – UCS. Professora da URI Erechim e pesquisadora no PPG Engenharia de Alimentos.

Referências

BEHROUZEH, M. et al. Treatment of DMSO and DMAC wastewaters of various industries by employing Fenton process: Process performance and kinetics study. Journal of Environmental Chemical Engineering, v. 8, n. 1, p. 103597, 2020. https://doi.org/10.1016/j.jece.2019.103597

CAMPOS, V. M.; BRITO, N. N. Tratamento de Efluente Têxtil Utilizando Coagulação/Floculação e Fenton. Revista de Química Industrial, v. 82, p. 11–17, 2014. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/xmlui/bitstream/handle/ri/15991/Artigo%20-%20Victor%20Marques%20Campos%20-%202014.pdf?sequence=5&isAllowed=y

CENI, G. Estudo da eletrocoagulação aplicada associativamente com peróxido de hidrogênio no tratamento de efluentes líquidos de laticínios. 2017. 84 f. Tese (Doutorado) - Curso de Engenharia de Alimentos, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e Missões Uri - Erechim, Erechim, 2017. Disponível em: http://www.uricer.edu.br/cursos/arq_trabalhos_usuario/3429.pdf

COELHO, M. C. S. D. M. O formaldeído em ambiente laboral: determinação do ácido fórmico em urina de trabalhadores de uma fábrica produtora de formaldeído. 2009. 142 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Farmácia, Universidade do Porto, Porto/Portugal, 2009. Disponível em: https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/20807/2/DISSERTA%C3%83O.pdf

EATON, A. D.; CLESCERI, L. S.; FRANSON, M. A. H.; RICE, E. W.; GREENBERG, A. E. Standard methods for the examination of water and wastewater. 21th edition: American Public Health Association, 2005.

FARAH, C. R. T. Conjugação de processos físico-químicos (UV; H2O2; UV/H2O2; reagente de fenton; foto-fenton) e biológico (lodos ativados) para tratamento de águas residuárias contendo formol. 2007. 168 f. Tese (Doutorado) - Curso de Doutorado em Engenharia Civil, Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas - SP, 2007. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/258600

GEROMEL, C.G.A.; MATSUMOTO, T. Analysis of tannery wastewater solids removal after coagulation, oxidation, microfiltration and ultrafiltration process. In: 7th IWA Specialized Membrane Technology Conference and Exhibition for Water and Wastewater Treatment and Reused. IWA, 1: 1-2, 2013.

GUIMARÃES, J. R. et al. Degradation of formaldehyde by advanced oxidation processes. Journal of Environmental Management, v. 107, p. 96–101, 2012. https://doi.org/10.1016/j.jenvman.2012.04.024

HENRIQUE, I. N. et al. Remoção biológica de fósforo em reatores em bateladas sequenciais com diferentes tempos de retenção de sólidos. Engenharia Sanitaria e Ambiental, v. 15, n. 2, p. 197–204, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522010000200012

HU, P. et al. Surface-confined atomic silver centers catalyzing formaldehyde oxidation. Environmental Science and Technology, v. 49, n. 4, p. 2384–2390, 2015. https://doi.org/10.1021/es504570n

HU, Z. et al. Nitrogen removal by a nitritation-anammox bioreactor at low temperature. Applied and Environmental Microbiology, v. 79, n. 8, p. 2807–2812, 2013. https://doi.org/10.1128/AEM.03987-12

JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J. Histologia básica. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1995.

KASZYCKI, P.; KOLOCZEK, H. Biodegradation of formaldehyde and its derivatives in industrial wastewater with methylotrophic yeast Hansenula polymorpha and with the yeast-bioaugmented activated sludge. Biodegradation, v. 13, n. 2, p. 91–99, 2002. https://doi.org/10.1023/A:1020423517235

Publicado

2020-06-29

Como Citar

Venquiaruto, L. D., Dallago, R. M., Olkoski, L., Denti, A. F., Demaman Oro, C. E., Wisniewski, E., Mignoni, M. L., & Paroul, N. (2020). AVALIAÇÃO DE DIFERENTES PROCESSOS DE TRATAMENTO VISANDO A REMOÇÃO DE FORMOL PRESENTE EM EFLUENTES DE LABORATÓRIOS ANATÔMICOS. Vivências, 16(31), 137-155. https://doi.org/10.31512/vivencias.v16i31.186

Edição

Seção

ARTIGOS DE FLUXO CONTÍNUO