DESENVOLVIMENTO DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE O TEMA MEMBRANA PLASMÁTICA COMO RECURSO DIDÁTICO-METODOLÓGICO PARA PROMOÇÃO DE APRENDIZAGEM DE ALUNOS CEGOS

Introdução

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31512/vivencias.v16i31.255

Resumo

Em decorrência do progresso recente no âmbito da legislação brasileira, concernente ao processo de implementação de políticas públicas que preconizam a inclusão de estudantes com deficiências sensoriais em instituições regulares de ensino, verifica-se uma progressiva demanda por produção de métodos e recursos didático-pedagógicos que possibilitem não só acessibilidade ao conhecimento, mas também a promoção cognitiva fundamentada em princípios de equidade.  Neste sentido, este trabalho objetivou o desenvolvimento de uma proposta de sequência didática, circunstanciada no tema Membrana Plasmática, tendo a utilização de modelos com significação tátil bi ou tridimensionais como fator mediador e promotor da cognição para alunos cegos. Destaca-se que este produto, a saber, Sequência Didática contextualizada no tema membrana plasmática, constitui-se numa proposta didático-metodológica promotora de inclusão científica, cuja relevância refere-se ao fato de o processo de construção ter sido executado com a participação de estudantes com deficiência visual, além de atuar como um modelo em termos de design para que sequências didáticas relacionadas a outros conteúdos de biologia venham ser desenvolvidas. Finalmente, deve ser mencionado que este projeto corrobora para a promoção da inclusão do aluno cego no espaço regular de ensino, uma vez que, fornece material apropriado às suas necessidades educacionais específicas em termos de aprendizagem, prevenindo sonegação de conteúdos em consideração à sua deficiência, estando, portanto, em concordância com a Lei Brasileira de Inclusão no que diz respeito à garantia de igualdade de acesso aos conteúdos curriculares.

Biografia do Autor

Roberto Irineu da Silva, Colégio Pedro II, Campus Realengo II, Niterói, RJ, Brasil

Professor Efetivo de Biologia do Colégio Pedro II. Possui doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica) pelo Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (UFRJ), mestrado em Ciências Biológicas (Biofísica) pelo IBCCF-UFRJ, graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2003), graduação em Ciências Biológicas modalidade bacharelado, pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2001). Tem experiência na área de Biofísica, com ênfase em Biofísica Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: reparo de DNA, quimioterapia, polimorfismos (SNP), proteoma e leucemia linfóide aguda. Coordenador do Núcleo de produção de Material Didático e Difusão em Biociências (NUPROMADI-BIO) com foco em pesquisas na área de desenvolvimento de métodos e recursos de acessibilidade para efetivação da inclusão de alunos com necessidades educacionais específicas. Vencedor do Prêmio Shell de Educação Científica, 2019. (Texto informado pelo autor)

Ana Léticia Caruzo Xavier, Colégio Pedro II, Campus Realengo II, Niterói, RJ, Brasil

Possui graduação em Abi - Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(2015). Atualmente é professor do Colégio Souza Santos. Tem experiência na área de Biologia Geral

André Luis Tato Luciano dos Santos,, Colégio Pedro II, Campus Realengo II, Niterói, RJ, Brasil

Possui Licenciatura em Física pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2004) , mestrado em Ensino de Ciências pelo Centro Federal de Tecnologia Celso Suckow da Fonseca - CEFET-RJ (2009) e Doutorado em Ensino de Física pelo Programa Interunidades em Ensino de Ciências da Universidade de São Paulo (2016). Atualmente atua como coordenador do Núcleo de Assistência à Pessoa com Necessidades Específicas do campus Realengo II do Colégio Pedro II com alunos dos Ensinos Médio e Fundamental. Coordena as oficinas de Braille, impressão gráfica em alto relevo, LIBRAS, robótica e Percepção Sensorial vinculados ao setor de pesquisa do Colégio Pedro II. atua na extensão em Ensino de Física e na Especialização em Ensino de Física do Colégio Pedro II. Atua na montagem do laboratório de produção de materiais em Braille do Colégio Pedro II

Publicado

2020-06-29

Como Citar

Irineu da Silva, R., Caruzo Xavier, A. L. ., Luciano dos Santos, A. L. T. ., & Mariani Braz, R. M. (2020). DESENVOLVIMENTO DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE O TEMA MEMBRANA PLASMÁTICA COMO RECURSO DIDÁTICO-METODOLÓGICO PARA PROMOÇÃO DE APRENDIZAGEM DE ALUNOS CEGOS: Introdução. Vivências, 16(31), 269-287. https://doi.org/10.31512/vivencias.v16i31.255

Edição

Seção

ARTIGOS DE FLUXO CONTÍNUO