OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CONCENTRADO PROTEICO DE SORO DE LEITE EM PÓ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31512/vivencias.v16i31.172

Resumo

Na fabricação de queijos o soro de leite é um líquido remanescente da precipitação da gordura e das caseínas do leite e apresenta em sua composição proteínas, lactose e minerais. Os constituintes do soro principalmente as proteínas apresentam grande potencial para aplicação em alimentos, assim, são necessárias técnicas para a recuperação. Uma alternativa é a o uso do processo de separação por membranas. O objetivo deste estudo foi aproveitar um subproduto da indústria de lacticínio (soro de leite), recuperando e concentrando as proteínas por ultrafiltração/diafiltração bem como avaliar as propriedades tecnológicas dos concentrados e permeados por membranas e do concentrado proteico de soro de leite em pó (CPS). O processo de ultrafiltração (UF) associado ao processo de diafiltração (DF) incrementou o conteúdo de proteína total, sólidos totais, de 94%, 55%, respectivamente, e reduziu 50% de lactose e 71 % de gordura. O CPS apresentou 78% de proteínas, sendo classificado como concentrado proteico de soro de CPS-80, com reduzido teor de umidade (8%) e de baixa atividade de água (0,417). Os resultados obtidos demostraram a possibilidade de utilizar a ultrafiltração associada à diafiltração, para fracionar os componentes do soro, agregando valor a este subproduto e reconhecendo o soro de leite como uma matéria-prima importante para a cadeia do leite.

Referências

ABIQ. Associação Brasileira das Indústrias de Queijo. Disponível em: http://www.abiq.com.br/associados/mercado/Mercado_2010a2014.pdf.

ANTUNES, A. J. Funcionalidade de proteínas do soro de leite bovino. São Paulo: Ed. Manole, p.142, 2003.

AOAC. ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analysis of the association analytical chemists. 18.ed. Maryland: AOAC, 2005.

ARGUELLO, M.; ÁLVAREZ, S.; RIERA, F.A.; ÁLVAREZ, R. Enzimatic cleaning of inorganic ultrafiltration membranes fouled by whey protein. Journal agriculture food chemical, v.50, p. 1951-1958, 2002. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1021/jf0107510.

AZEVEDO, V. M.; COSTA, A. L. R.; FUKUSHIMA, K. L.; BORGES, S.V. Propriedades de barreira, mecânicas e ópticas de filmes de concentrado proteico de soro de leite. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, v.69, n.4, p.237-247, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14295/2238-6416.v69i4.307.

BALDASSO, C.; BARROS, T. C.; TESSARO, I. C. Concentration and purification of whey proteins by ultrafiltration. Desalination, v. 278, n. 1-3, p. 381-386, 2011. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.desal.2011.05.055.

BRANS, G.; SCHROËN, C.G.P.H.; SMAN, R.G.M. van der; BOOM, R.M. Membrane fractionation of milk: state of the art and challenges. Journal of Membrane Science, v. 243, n. 1-2, p. 263–272, 2004. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.memsci.2004.06.029.

CARVALHO, F.; PRAZERES, A. R.; RIVAS, J. Review- Cheese whey wastewater: Characterization and treatment. Science of the Total Environment, v. 445-446, p.385-396, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.scitotenv.2012.12.038.

CROWLEY, S.V.; CALDEO, V.; McCARTHY, N.A.; FENELON, M.A.; KELLY, A.L.; O’MAHONY,J.A. Processing and protein-fractionation characteristics of different polymeric membranes during filtration of skim milk at refrigeration temperatures. International Dairy Journal, v.48, p.23-30, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.idairyj.2015.01.005.

GARCÍA-PÉREZ, F.J.; LARIO, Y.; FERNÁNDEZ‐LÓPEZ, J.; SAYAS, E.; PÉREZ‐ALVAREZ, J. A.; SENDRA, E. Effect of orange fiber addition on yogurt color during fermentation and cold storage. Industrial Apllications, v.30, n.6, p. 457-463, 2005. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1002/col.20158.

GRANATO, D.; MASSON, M. L. Instrumental color and sensory acceptance of soy-based emulsions: a response surface approach. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 30, n. 4, p. 1090-1096, 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612010000400039.

HOLDER, L.; WEIK, J.; HINRICHS, J. A study of fouling during long-term fractionation of functional peptides by means of cross-flow ultrafiltration and cross-flow electro membrane filtration. Journal of Membrane Science, v. 446, p. 440-448, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.memsci.2013.06.017.

ILTCHENCO, S. et al. Whey protein concentration by ultrafiltration and study of functional properties. Ciência Rural, v. 48, n. 5, e20170807, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20170807.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ - IAL. Métodos físico-químicos para análise de alimentos.4 ed. São Paulo, 2005.

INTERNATIONAL DAIRY FEDERATION (FIL-IDF). Cheese & processed cheese products. Fat content. Brussels: IDF(IDF Standard 5B), 1986.

MACEDO, A.; DUARTE, E.; FRAGOSO, R. Assessment of the performance of three ultrafiltration membranes for fractionation of ovine second cheese whey. International Dairy Journal, v.48, p.31-37 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.idairyj.2014.12.003.

MILLER, G. L. Use of dinitrosalucylic acid reagent for determination of reducing sugar. Analytical Chemistry, v.31, n.3, p.426-428, 1959.

MOREIRA, R. de O.; RODRIGUES, P. H. J.; FRANCISQUINI, J. d’ A.; STEPHANI, R.; PERRONE, I. T.; CARVALHO, A. F. Produção de concentrado proteico de soro em escala piloto: aspectos tecnológicos. Revista do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, v. 72, n.4, p.205-214, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14295/2238-6416.v72i4.646.

NARIMATSU, A.; DORNELLAS, J. R. F.; SPADOTI, L. M.; PIZAIA, P. D., ROIG, S. M. Avaliação da proteólise e do derretimento do queijo prato obtido por ultrafiltração. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 23, p. 177-182, 2003. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612003000400033.

ORDONEZ PEREDA, J. A. Tecnologia de alimentos: alimentos de origem animal. vol. 2. Porto Alegre: ARTMED, 2005.

O'SULLIVAN, J. J., NORWOODA, E. A., O'MAHONYA, J. A., ALAN L. K. Atomisation technologies used in spray drying in the dairy industry: A review. Journal of Food Engineering, v. 243, p. 57-69, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.jfoodeng.2018.08.027.

PAGNO, C.H.; BALDASSO, C.; TESSARO, I.C.; FLORES, S.H.; de JONG, E.V. Obtenção de concentrados proteicos de soro de leite e caracterização de suas propriedades funcionais tecnológicas. Alimentos e Nutrição, v. 20, n. 2, p. 231-239, 2009.

RAO, H. G. R. Mechanisms of flux decline during ultrafiltration of dairy products and influence of pH on flux rates of whey and buttermilk. Desalination, v. 144 p. 319-324, 2002. Disponível em: http://dx.doi.org/

RICE, G.S.; KENTISHA, S.E.; O’CONNORA, A.J.; BARBERB, A.R.; PIHLAJAMAKIC, A.; NYSTROMC, M.; STEVENS, G.W. Analysis of separation and fouling behaviour during nanofiltration of dairy ultrafiltration permeates. Desalination, v. 236, p. 23–29, 2009.

SEGUENKA, B. Produção de concentrado proteico e lactose de soro de leite por processos de separação por membranas. [s.l.] Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos, UPF., 2016.

SMITHERS, G. W. Whey-ing up the options – Yesterday, today and tomorrow. International Dairy Journal, v. 48, p. 2-14, 2015.

STEINHAUER, T.; SCHWING, J.; KRAUB,S.; KULOZIK, U. Enhancement of ultrafiltration-performance and improvement of hygienic quality during the production of whey concentrates. International Journal Dairy, v.45, p.08-14, 2015a

VALDUGA, E.; PAVIANI, L. C.; MAZUR, S. P.; FINZER, J. R. D. Aplicação do soro de leite em pó na panificação. Alim. Nutr., v. 17, n. 4, p. 393-400, out./dez., 2006.

WEN-QIONG, W.; LAN-WEI, Z.; XUE, H.; YI, L. Cheese whey protein recovery by ultrafiltration through transglutaminase (TG) catalysis whey protein cross-linking. Food Chemistry, v. 215, p. 31-40, 2017.

Publicado

2020-06-29

Como Citar

Becker, J., Fernandes, I. A., Steffens, C., Steffens, J., & Valduga, E. (2020). OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE CONCENTRADO PROTEICO DE SORO DE LEITE EM PÓ. Vivências, 16(31), 75-88. https://doi.org/10.31512/vivencias.v16i31.172

Edição

Seção

ARTIGOS DE FLUXO CONTÍNUO