JARDINS EM HUGELKULTUR NA UNIVERSIDADE

CANTEIROS TECENDO CONCEITOS E PRÁTICAS EM ATIVIDADES EXTENSIONISTAS

Autores

  • Claudia Petry Universidade de Passo Fundo - UPF / Programa de Pós-graduação em Agronomia (PPGAGRO)
  • Fabiane Favaretto Bernardini Universidade de Passo Fundo - UPF / Programa de Pós-graduação em Agronomia (PPGAGRO)

DOI:

https://doi.org/10.31512/vivencias.v17i32.333

Resumo

No meio acadêmico, como aproximar teoria e prática por meio de aulas práticas em espaços públicos? Este artigo busca apresentar os resultados de um projeto de curricularização de extensão do curso de agronomia da UPF, utilizando uma ferramenta de permacultura, a Hugelkultur. Hugelkultur (cultivo em colinas, em alemão) é uma técnica antiga da agricultura alemã usada principalmente em locais onde o solo apresenta diversas limitações, como compactação, má drenagem e umidade limitada. Consiste em uma técnica simples com o mínimo de custos, onde a proposta é cultivar plantas e alimentos saudáveis mesmo com escassez de água.A técnica envolve a elaboração de canteiros elevados, onde o centro é preenchido com matéria orgânica e sobras de toras para que haja retenção de água, proliferação de vida e fertilização orgânica do solo em longo prazo. Em aulas práticas envolvendo disciplinas e cursos de extensão, foram implantados dois canteiros dessa técnica em 2019 no campus universitário da Universidade de Passo Fundo (UPF).Os resultados demonstram a importância dessas oficinas em espaços construídos coletivamente envolvendo funcionários e acadêmicos de disciplinas de graduação / pós-graduação e pesquisadores, bem como participantes da comunidade, por meio de cursos de extensão. Além disso, após um verão com estiagem severa, a técnica é muito eficaz para garantir a permanência de jardins funcionais sustentáveis com baixa manutenção, com acesso e colheita pelo público visitante.

Biografia do Autor

Claudia Petry, Universidade de Passo Fundo - UPF / Programa de Pós-graduação em Agronomia (PPGAGRO)

Engenheira Agrônoma formada na UDESC (1988), mestrado em agronomia na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) em 1991, mestrado em Jardins, paisagens, Territórios na França (EAPLV – EHESS, 1999), com doutorado na Sorbonne (UP1) e pós doutorado na Université de Poitiers (2013). Desde 1994 é Professora Titular da Universidade de Passo Fundo (UPF) na área de Paisagismo, Agroecologia e Horticultura ornamental e medicinal. É professora pesquisadora e orienta na Pós-graduação em Agronomia (PPGAGRO) e Ciências Ambientais (PPGCiAMB) da UPF.

Fabiane Favaretto Bernardini, Universidade de Passo Fundo - UPF / Programa de Pós-graduação em Agronomia (PPGAGRO)

Graduada em Agronomia pela Universidade de Passo Fundo – UPF em 2018. Na graduação foi bolsista de extensão do CNPq pelo projeto do Núcleo de estudos em Agroecologia (NEA-UPF) e bolsista de iniciação científica (PIBIC -UPF), fez seu estágio curricular final obrigatório na EMATER-RS. Atualmente é Mestranda em agronomia no Programa de Pós - Graduação em Agronomia (PPGAGRO) da UPF.

Publicado

2020-12-14

Como Citar

Petry, C., & Bernardini, F. (2020). JARDINS EM HUGELKULTUR NA UNIVERSIDADE: CANTEIROS TECENDO CONCEITOS E PRÁTICAS EM ATIVIDADES EXTENSIONISTAS. Vivências, 17(32), 197-212. https://doi.org/10.31512/vivencias.v17i32.333

Edição

Seção

ARTIGOS DE FLUXO CONTÍNUO